Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 1, 2014

Secretária aposta em baixa adesão no interior para o fim da greve dos professores do RN...

A secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) ainda não sabe a quantidade de professores que aderiram à greve deflagrada na última segunda-feira pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN). Mas, de acordo com titular da pasta, Betânia Ramalho, a paralisação deverá ser encerrada, nos próximos dias, por inanição do movimento. “No interior, a adesão é praticamente nula. Mesmo nos locais onde o sindicato tem presença mais forte, poucas escolas estão sem aula”, informou. Para a gestora, dívidas com um escritório de advocacia podem explicar a paralisação definida pelo sindicato.
Segundo Betânia, os professores não estão participando da greve porque reconhecem os avanços conquistados nos últimos três anos.

Entre os benefícios, a secretária pontuou as promoções verticais, realização de concurso público e melhoria salarial. Os dados da SEEC apontam para um reajuste acumulado superior a 91% no triênio passado.
Fonte: Tribuna do Norte

SINTE cobra do governo veracidade nas informações...

De: www.sintern.org.br A manchete de um reajuste de 91% enche os olhos de qualquer trabalhador, seria uma conquista sem precedentes se em quatro anos a categoria tivesses sido agraciada por essa benesse. Entretanto, analisemos o reajuste salarial durante o governo Rosalba: em 2011 a correção foi 11,85%, em 2012 de 22,22%, em 2013 de 7,97% e em de 2014 8,32% - que ainda não foi pago à categoria. Nenhum economista faria a mágica de transformar isso no montante alegado pelo governo. A soma dos percentuais é 54,36%. O acumulado daria em torno de 65%, ou seja, bem distante dos tão falados 91%. O governo Vilma/Iberê trabalhou em 2009 com complementação salarial, que é uma forma de abono. Em 2010, a correção do piso foi de 15,87%, dos quais 7,15% foi de correção aplicada pelo governo e o restante de abono. O governo Rosalba usou os recursos existentes para fazer a incorporação desses abonos aos salários em 2013. Ao contrário do que a secretaria Betânia Ramalho diz, que corrigiu os salários em 2…

Reajuste no piso nacional do professores causa impacto de 4 bilhões...

O reajuste do piso do magistério para 2014 é de 8,32%. O valor mínimo a ser pago por 40 horas semanais passará dos atuais R$ 1,567,00 para R$ 1,697,39. O impacto nos cofres municipais chegará a R$ 4,1 bilhões. 
Segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM), uma média de 79,7% de todo o recurso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) será comprometido apenas com o pagamento dos professores.

Avaliação de direção veicular é realizada em 21 cidades do RN ...

Cerca de 21 municípios do interior do Estado começam a partir da próxima segunda-feira (03) a receber a equipe técnica de peritos examinadores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que serão responsáveis pela aplicação de cerca de 4 mil testes de direção veicular durante os 21 dias úteis do mês de fevereiro. O cronograma com as cidades contempladas foi divulgado hoje (31) pela Controladoria Geral de Trânsito do Órgão.   
O ciclo de avaliações inicia pela região Agreste contemplando o município de São Paulo do Potengi e finaliza no dia 28 de fevereiro na região Oeste, aonde vão ser realizados testes na cidade de Pau dos Ferros. Trinta centros de formação de condutores espalhados por todas as regiões do interior do RN terão os candidatos que almejam adquirir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) avaliados.