Postagens

Mostrando postagens de Julho 9, 2012

Restituição do IRRF...

A Receita Federal informou que serão abertas às 9h desta terça-feira (10) as consultas ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2012, ano-base 2011. Segundo o Fisco, este será o maior lote multiexercício, que engloba também valores de anos anteriores, da história. 
Assim que abertas, as consultas poderão ser feitas por meio do site da Receita na internet ou pelo telefone 146. Os valores das restituições, por sua vez, poderão ser sacados a partir do dia 16 de julho. Ao todo, são sete lotes de restituição, entre junho e dezembro de cada ano.
Segundo o Fisco, serão pagos, neste mês, R$ 2,6 bilhões para 2,46 milhões de contribuintes relativos ao segundo lote do IR de 2012 (R$ 2,52 bilhões para 2,43 milhões de contribuintes) e aos lotes residuais de 2011, 2010, 2009 e 2008. Com essa liberação, a Receita Federal superou o recorde anterior, de R$ 2,5 bilhões, pago em junho deste ano para 1,88 milhão de contribuintes. 

Tesouro Nacional confirma redução de 23,1% no repasse do FPM...

A Secretaria do Tesouro Nacional divulgou no início da tarde de hoje o fator de correção da primeira cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de julho. Em comparação com a primeira cota de junho haverá queda de 23,1%.
Os 103 municípios do Rio Grande do Norte com população abaixo de 10.188 habitantes (coeficiente 0.6) vão receber, brutos, R$ 180,7 mil, levando em conta o fator de correção de 1,2929%. Deste valor serão retirados ainda 25% do Fundeb, 15% da Saúde e 1% do Pasep, além das contribuições previdenciárias, cujos valores são variáveis.
O Tesouro Nacional projeta uma queda de 13% no repasse dos recursos do Fundo de Participação este mês. "A situação é preocupante", admitiu hoje o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio.
Fonte: Tribuna do Norte

A Política nas redes sociais...

Imagem
Embora as campanhas eleitorais nas ruas ainda sejam discretas, o momento eleitoral já ganhou corpo na internet. 
Nas redes sociais, candidatos e militantes partidários já começaram a trabalhar. São cada vez mais comuns trocas de fotos dos perfis por banner’s de candidatos. 
As discussões online entre adversários também começaram a esquentar. A tendência é de que o período eleitoral seja mais incisivo na internet do que efetivamente nas ruas.