Capitalismo ao extremo...

Nas festividades de São Sebastião em Nova Cruz, neste 19 de janeiro, o que se viu foi exploração de recursos em benefícios de terceiros.

Além dos camarotes, que foram usados para abarganhar recursos usando um investimento público  de 49 mil reais para apresentação de bandas. Quando um veículo estacionava nas vias públicas nas proximidades da festa aparecia alguém para cobrar o estacionamento.

Para ter seu carro parado em uma via pública era  preciso desembolsar  R$ 5,00. Não que o valor seja significante pelo serviço de monitoramento, mas o que não pode ser admissível é ter um taxa  fixa, que normalmente é  cobrado em local fechado e privado, sendo efetuado em vias públicas.

Esse tipo de serviço é feito de forma em que o usuário gratifica o flanelinha de acordo com o que acha justo e necessário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Cruz: Câmara Municipal mostra submissão ao executivo e aprova projeto que "enterra" direitos do professor...

Candidatos a professor temporário já podem realizar suas inscrições...