Postagens

Mostrando postagens de Novembro 23, 2010

Pizza, não!

Julgamento do mensalão deve começar no final de 2011.
O julgamento dos 38 réus envolvidos no suposto esquema de compra de votos de parlamentares revelado em 2005, conhecido como mensalão, deve começar no final do ano que vem no Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta semana, o ministro Joaquim Barbosa, relator do caso, encerrará a fase de perícias – em que se investigam fatos relevantes para a causa – e abrirá prazo de 15 dias a um mês para que as partes façam as alegações finais, pedindo esclarecimentos sobre fatos novos que surgiram já com a ação penal em andamento. Depois disso, o ministro encerra a fase de instrução e deve levar cerca de um ano para elaborar seu voto.
A previsão é que o julgamento demore cerca de três semanas para ser concluído, caso não haja pedido de vista de outro ministro (que não tem prazo para devolver seu voto). As três semanas de julgamento incluiriam sessões extras às segundas, terças e sextas-feiras. Somente o relatório – que traz todas as informações sobre …

América faz promoção para jogo contra o Brasiliense...

Imagem
A diretoria do América confirmou uma promoção para a rodada final da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (27), o time rubro recebe o Brasiliense-DF em pleno Machadão.
Ao todos 25 mil ingressos serão disponibilizados, com a arquibancada custando R$ 10,00 e a cadeira R$ 30,00. Estudantes têm direito à meia entrada e as mulheres não pagam.
Em todos os casos, há ainda um requisito: para os torcedores terem acesso ao Machadão é preciso apresentar um bilhete da Timemania com o América marcado como time do coração.
Chances matemáticas
Para permanecer na Série B, o América precisa de uma vitória em cima do Brasiliense e pelo menos um resultado negativo de Guaratinguetá ou Vila Nova, escapando da degola com 44 pontos. O percentual de queda que já foi de 99%, caiu para 66%.

Governadores eleitos se reúnem nesta terça para discutir Lei Kandir...

Governadores eleitos de todo o país se reúnem nesta terça-feira (23) pela manhã, em Brasília, com a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e os líderes dos partidos para discutir e pressionar os deputados a aprovar o projeto de lei complementar que prevê que a União continue a ressarcir os estados pelos créditos da Lei Kandir.
De acordo com a Lei Kandir, os estados são obrigados a devolver o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) que recolhem sobre tudo que é exportado, de matérias primas a produtos manufaturados. No ano passado, depois de um impasse, a União destinou R$ 3,9 bilhões do Orçamento para este fim. Agora, os governadores ameaçam não repassar aos exportadores os créditos devidos caso o governo federal não inclua a verba no Orçamento de 2011.