Postagens

Mostrando postagens de Maio 25, 2009

Iberê: três para uma única vaga não dá...

Em entrevista à rádio Caicó AM, o atual vice-govenador disse que para Robinson Farias de João Maia restão duas vagas: A de vice-govenador e a da Câmara Federal, pois quem irá disputar as eleições de 2010 como candidato a governador pelos sistema Wilmista e ele, Iberê.

“Dos três, dois deixarão de ser candidato. Um pode ser candidato a vice, outro pode ser candidato a deputado federal. Enfim, nós deveremos encontrar uma alternativa. Os três é que para um lugar só, não dá”.
Disse Iberê.

DILMA SAI EM DEFESA DA PETROBRÁS...

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse que a Petrobras não é uma "caixa-preta", referindo-se a denúncias de possíveis irregularidades contábeis na estatal, que motivaram a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado. A Petrobras segue leis rígidas de demonstrações contábeis, afirmou Dilma, que citou a lei Sarbanes-Oxley, criada em 2002 nos Estados Unidos para fraudes contábeis.

"A empresa cumpre sistematicamente a Sarbanes-Oxley. Tem essa história de falar que a empresa é uma caixa-preta. A empresa pode ter sido uma caixa-preta em 1997, 1998, 1999, 2000, mas a Petrobras de hoje é uma empresa com nível de contabilidade dos mais apurados do mundo." Afirmou a ministra.

PT TEME REGIONALISMO DO PMDB...

Na avaliação de parlamentares do PT, há um temor do partido aliado sobre o próprio cacife para a eleição presidencial. Eles entendem que o PMDB pode se tornar menos atraente caso Dilma deslanche nas pesquisas e atinja, antes do ano que vem, o patamar próximo de 30%, histórico do PT na largada das corridas presidenciais.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer os peemedebistas ao lado da ministra para dar densidade eleitoral e capilaridade à candidatura de sua preferida. Mas um impulso inesperado na campanha de Dilma pode fazer o PT não se esforçar para fechar uma aliança com o PMDB em alguns estados e ver como normal dois candidatos aliados concorrerem entre si. Isso pode ser lido como um recado direto ao ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que tem ameaçado se lançar na Bahia contra o governador Jaques Wagner.
Fonte: dn on-line